#Pobres

O amor aos POBRES tem de ser, em todos os tempos, o distintivo dos cristãos. Não se trata apenas de lhes dar algumas esmolas; os pobres têm direito à justiça. Além do mais, os cristãos têm o dever de partilhar os seus bens. Cristo é o modelo de amor aos POBRES.
Existe pobreza material, psíquica, intelectual e espiritual. Os cristãos devem acolher os necessitados deste mundo com grande atenção, amor e eficácia. Em nenhum ponto, de fato, eles serão tão claramente apreciados como na forma como trataram os POBRES: “Quantas vezes o fizestes a um dos meus irmãos mais pequeninos, a Mim fizestes.” (Mt 25, 40).
“Não deixar os pobres participarem dos nossos bens significa roubá-los e tirar-lhes a vida. Não são os nossos bens que possuímos, mas os deles,”. (São João Crisóstomo)
 Texto do Blog Catecismo Jovem

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

72% dos universitários brasileiros preferem navegar na internet a namorar

computador
A Cisco, multinacional da área de informática especializada em redes, realizou uma grande pesquisa em 14 países, entre eles o Brasil, sobre o comportamento dos jovens com relação à internet. Foram entrevistados universitários e jovens profissionais com idade de até 30 anos. Uma das mais surpreendentes revelações é a de que 72% dos universitários brasileiros entrevistados disseram que a internet é mais importante para eles do que namorar, sair com os amigos ou ouvir música. A média mundial nessa questão é de 40%.
A pesquisa mostra também que 65% dos universitários e 61% dos jovens profissionais brasileiros consideram a internet tão importate quanto alimento, ar, água e moradia. A média no resto do mundo é de 33%. Alé disso, 63% das pessoas entrevistadas no Brasil preferem ter internet a ter um carro - número dentro da média mundial.
Diante desses números, é preciso relembrar a Mensagem do Papa Bento XVI para o 45° Dia Mundial das Comunicações, em que ele faz um importante alerta:
"Quem é o meu 'próximo' neste novo mundo? Existe o perigo de estar menos presente a quantos encontramos na nossa vida diária? Existe o risco de estarmos mais distraídos, porque a nossa atenção é fragmentada e absorvida por um mundo 'diferente' daquele onde vivemos? Temos tempo para refletir criticamente sobre as nossas opções e alimentar relações humanas que sejam verdadeiramente profundas e duradouras? É importante nunca esquecer que o contacto virtual não pode nem deve substituir o contacto humano directo com as pessoas, em todos os níveis da nossa vida."

Vale a pena reler toda a mensagem. Vale a pena também rever o vídeo a seguir: Desconecte-se para se conectar.







Por Moisés Nazário

Copiado do site Jovens Conectados 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Noticias


Hoje às 19h30m nosso grupo de cânticos irá animar a celebração Eucarística na Capela de São Francisco na comunidade do Abolição-III, já dentro dos festejos do padroeiro da comunidade.
Vamos prestigiar esse momento, todos são convidados a participar dos Festejos em honra a São Francisco.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Jornada Mundial da Juventude


“Ide e fazei discípulos a todos os povos” (Mt 28,19). Com esta citação bíblica o Papa Bento XVI apresentou o lema da próxima Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que acontecerá no Brasil e que terá seu momento alto em julho de 2013 no Rio de Janeiro. Este evento, criado por um Papa apaixonado pela juventude, João Paulo II, é de responsabilidade de toda a Igreja com todos os seus serviços, organismos e pastorais.
O pedido oficial para que o Brasil pudesse sediar esse evento foi feito pela CNBB em maio de 2007 no encontro do Papa com os jovens no Pacaembu, São Paulo. E o anúncio da aceitação foi realizado por Bento XVI no último dia 21 de agosto, por ocasião do encerramento da JMJ em Madri.
Ao longo da história, a Igreja no Brasil tem assumido e efetivado sua opção preferencial pela Juventude. O documento 85, “Evangelização da Juventude – Desafios e Perspectivas Pastorais”, lançado em 2007, e a busca de comunhão das diferentes expressões de juventude no Brasil motivada por este documento são sinais visíveis desse esforço. A recém criada Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude na Assembléia Geral da CNBB deste ano e a aprovação do tema sobre a Juventude para a Campanha da Fraternidade de 2013 revelam, também, este carinho para com os jovens. E agora, com a JMJ acontecendo no Brasil, nossa voz a favor dos jovens se torna mais forte e comprometedora.
Com a festa que a Arquidiocese de São Paulo preparou no dia 18 de setembro passado, a Igreja em nosso país acolheu a Cruz e o ícone da Virgem dando início a esta caminhada no Brasil rumo ao Rio 2013. Estes símbolos percorrerão as nossas dioceses, convidando a todos a intensificar o seu amor para com Jesus Cristo e sua Mãe, e a dar passos mais seguros no processo de opção e evangelização da juventude do Brasil.
A peregrinação destes símbolos já é o início da nossa Jornada Mundial da Juventude! Bem preparada e conduzida esta peregrinação provocará maior encantamento do jovem para com Jesus Cristo, orientações para a sua vida, fortalecimento de sua adesão à Igreja, conscientização de sua responsabilidade missionária na construção de uma sociedade mais de acordo com o projeto de Deus.
As Dioceses e Paróquias, as Pastorais da Juventude e outras Pastorais, as Congregações Religiosas, as Comunidades Eclesiais de Base, os Movimentos e as Novas Comunidades, encontrarão aí ocasião propícia para provocar na Igreja e na Sociedade a opção pelos jovens. É um “momento favorável” de evangelização da juventude proporcionando a ela ocasiões especiais de amadurecimento da sua vida de discípula e missionária do Mestre:
“A crescente participação do Brasil nas Jornadas Mundiais da Juventude nos convida à organização de um caminho que garanta o crescimento da animação dos jovens em vista de sua identidade de discípulos missionários de Jesus Cristo”. (DGAE n. 81 - Doc 94).
Com o ardente desejo de que o Brasil viva este tempo como momento excepcional para a evangelização da Juventude, exortamos e convidamos a todas as forças vivas da Igreja para que o envio missionário “Ide e fazei discípulos a todos os povos” (Mt 28,19) faça eco e seja realidade mais viva e dinâmica na nossa Igreja.
Brasília-DF, 21 de setembro de 2011
P – Nº 0911/11
Cardeal Raymundo Damasceno Assis
Arcebispo de Aparecida
Presidente da CNBB
Dom Sergio Arthur Braschi
Bispo de Ponta Grossa
Vice-Presidente da CNBB Ad hoc
Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília
Secretário Geral da CNBB

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

15ª Romaria da Juventude


ALÔ GALERINHA, O SETOR DIOCESANO DE JUVENTUDE DA DIOCESE DE SANTA LUZIA DE MOSSORÓ-RN ESTARÁ PROMOVENDO NO DIA 30 DE OUTUBRO A SUA 15ª ROMARIA DA JUVENTUDE, COM O TEMA:ENRAIZADOS E EDIFICADOS EM CRISTO, FIRMES NA FÉ. ESSA ROMARIA COMO É DE COSTUME ACONTECE NO SANTUÁRIO DO LIMA, PATÚ-RN.


E CONSTA DA SEGUINTE PROGRAMAÇÃO:

5:00 ACOLHIDA DAS PARÓQUIAS EM FRENTE A IGREJA MATRIZ DE PATÚ
6:00 MISSA PRESIDIDA PELO BISPO DIOCESANO DE MOSSORÓ, DOM MARIANO MANZANA E PELOS PADRES PRESENTES
7:00 INÍCIO DA CAMINHADA DA IGREJA ATÉ O SANTUÁRIO DO LIMA
8:00 CHEGADA DA CAMINHADA (COM A ACOLHIDA FEITA PELO DJ ANGELUS) E PAUSA PARA O LANCHE
9:00 SHOWS COM MINISTÉRIOS JOVENS DA DIOCESE
        APRESENTAÇÕES CULTURAIS
        TEATRO
        DANÇA
        FEIRA VOCACIONAL
       TROCA DE LEMBRANÇAS ENTRE AS PARÓQUIAS
       CONFISSÕES

       CINCO ESTANDES COM A HISTÓRIA DESSES 15 ANOS DE ROMARIA (SENDO, UM POR ZONAL)
       ESTANDE COM A DIVULGAÇÃO DA JMJ DE 2013 E COM FOTOS DOS JOVENS DA DIOCESE QUE PARTICIPARAM DA JMJ 2011

11:00 SHOW COM A BANDA DIVINA LUZ E O DJ ANGELUS
12:00 BÊNÇÃO DO SANTÍSSIMO
12:15 ALMOÇO
13:00 RETORNO ÁS PARÓQUIAS.
 CONTAMOS COM VOCÊS.ATÉ LÁ!!!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Fraternidade Juventude Franciscana ganha blog




A fraternidade da Juventude Franciscana, JUFRA, ganha  blog www.juframossoro.blogspot.com
Acesse.  

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

#ExtensãoJovem

Maltez
Neste sábado (24/09) o Grupo de Jovens Caminhando com Cristo, superou mais uma vez sua audiência no programa #ExtensãoJovem na Rádio Rural de Mossoró, o entrevistado do dia foi o seminarista Wescley Pereira, que nos falou sobre sua vida pessoal antes e depois de ingressar no seminário. Com muitas ligações e através do Twitter do grupo o publico interagiu com a equipe do programa.
Produção



Próximo sábado tem mais. Participe ligando para 84-3314-1001 e pelo @jovensantaluzia (nosso Twitter).


Fabrício


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Eucaristia



A sagrada Eucaristia é o sacramento em que Jesus entrega seu corpo e seu sangue - Ele próprio - por nós, para que também nos entreguemos a Ele em amor e nos unamos a Ele na sagrada Comunhão. A Eucaristia e o misterioso centro de todos os sacramentos, pois a imolação histórica de Jesus na cruz torna-se presente durante a consagração do pão e do vinho.

A Eucaristia  é, portanto, "fonte e centro de toda a vida cristã"(Concílio vaticano II, Lumen Gentium, nº11) Tudo aponta para ela; aliás não há nada maior que se possa alcançar. Quando comemos o pão partido, unimo-nos ao amor de Jesus, que no madeiro da cruz nos ofereceu o Seu corpo; quando bebemos do cálice, unimo-nos Àquele que até derramou sangue durante sua oferta por nós.

Não inventamos este rito; foi o próprio Jesus que celebrou com seus discípulos a Última Ceia e antecipou sua morte; Ele ofereceu-Se aos Seus discípulos sob os sinais do pão e do vinho e exortou-os a celebrarem a Eucaristia a partir da Sua morte:"Fazei isto em memória de mim!"(1Cor 11, 24)


Copiado do Blog Catecismo Jovem

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Missa Jovem


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Cruz


A CRUZ na qual Jesus, inocente, foi cruelmente executado é o lugar do mais extremo rebaixamento e abandono. Cristo, o nosso Redentor, escolheu a CRUZ para carregar a culpa do mundo e suportar o sofrimento do mundo. Assim, pelo Seu perfeito amor, Ele reconduziu o mundo à casa de Deus.
Deus não podia ter demonstrado o Seu amor de forma mais eficaz que Se deixar pregar na CRUZ na pessoa de Seu Filho. A CRUZ era a forma de execução mais vergonhosa e severa da Antiguidade. Deus entrou no mais abissal da humanidade.
Os Cristãos não devem procurar o sofrimento. Se, porém, são confrontados com um sofrimento inevitável, ele pode ganhar um sentido para eles, caso unam o seu sofrimento ao de Cristo. “Cristo sofreu também por vós, deixando-vos exemplo, para que sigais Seus passos.” (1Pd 2, 21).
Os Cristãos têm a missão de mitigar o sofrimento no mundo. Porém, ele continuará a existir. Na fé, podemos assumir o nosso sofrimento e partilhar o do próximo. Desta forma, o sofrimento humano unir-se-á com o amor redentor de Cristo, transformando-se, assim, em parte da força divina que tornará o mundo melhor.

Extraído

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Viva a Santa Luzia!


Já foram dados os primeiros passos para festa de Santa Luzia 2011, algumas reuniões já foram realizadas, o tema e o lema já foram escolhidos, as equipes estão em fase de formação. Isso pessoal já é FESTA DE SANTA LUZIA 2011. Novidades ainda virão, será com certeza uma festa com muitas novidades.

Nesta ultima segunda-feira (05) estiveram reunidos no Centro Social Santa Maria Goretti a equipe de comunicação da festa onde alguns dos nossos jovens se integraram.
Aqui fica nosso convite aos jovens que ainda não se engajaram, vamos fazer parte dessa festa que não é nossa e sim de todos os devotos da virgem de Siracursa, em breve estaremos publicando nesse espaço algumas novidades.

MOSSORÓ COM ALEGRIA SAÚDA SANTA LUZIA

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Redes Sociais x Comunidades virtuais




Orkut, Twitter, Facebook, Youtube poderíamos chamar de redes sociais? Não. Então, o que são redes sociais? São pessoas interagindo com pessoas. Ponto final e fim de papo.
Espere aí. Ponto final não, vamos conversar mais um pouquinho pra gente entender melhor.

Existe somente um Deus, assim o cremos. Logo, ninguém neste mundo existe sem o “tu”, ou seja, sem relação. É fato. Daí, podemos afirmar  que, “redes sociais” já existem desde que existe o ser humano.
E como é que se cria rede entre as pessoas? Pela interação que se faz através de sinais, gestos, conversas, através de tambores, fumaças. Mais adiante, através de cartas escritas em papel, por telégrafo, telefone e, por último, por sites de relacionamentos na Internet, como o Facebook, Twitter, Orkut, Myspace.

Atenção! Eu falei através de interação, não participação. E aqui é importantíssimo saber qual é a diferença entre ambos pra não conceituar rede social somente como a participação de um grupo de pessoas ou a soma dos meus 300 amigos no Facebook. (Por favor, dá uma espiadinha lá no dicionário e diga pra nós aqui abaixo o conceito de participação e interação).
Se tiver um tempinho, veja um exemplo de interação.

Portanto, quanto mais interação, mais sinergia e, consequentemente, maior será a possibilidade de concretizar o objetivo do grupo (rede social).

Ôpa Talvacy, você falou em objetivo do grupo? Exato. Porque quem navega na rede, sem um objetivo claro, vai ficar rodando desembestado como um peão, saltando de uma página pra outra, sem chegar a lugar nenhum. Ter clareza do tema ou do problema que quero resolver é fundamental pra ganhar tempo e qualidade no resultado final.

Portanto, sintetizando, redes sociais na internet são pessoas interagindo com outras pessoas, através de plataformas digitais abertas – Orkut, Twitter, etc. – possibilitando assim um espaço horizontal de conversação e de informação, em torno de objetivos comuns.

E comunidades virtuais?
Eu disse que redes sociais vêm lá de longe, fazem parte do nosso DNA. Comunidades virtuais, invés, surgiram há cerca de 35 anos, mas somente nos últimos dez anos, a cultura da comunidade colaborativa começou a decolar.
Como qualquer grupo social, as comunidades virtuais precisam de um sentimento compartilhado porque se trata de traçar juntos uma determinada linha de ação. Ex. Um grupo de amigos, um grupo de voluntariado, um grupo de jovens de Igreja, um grupo de hacks e por aí vai.

Então, não há diferença entre redes sociais e comunidades virtuais?
Eu diria que sim.
Na comunidade, as pessoas formam laços afetivos mais fortes, têm mais compromissos umas com as outras e abraçariam, de acordo com a união da mesma, um sentimento de pertença. (digo isso, pensando, por exemplo, na comunidade “família” ou uma comunidade de freiras. Não direi o mesmo com uma comunidade de padres porque é mais complicado).
Nas redes sociais, todavia, as pessoas são nós (pense naqueles nós da rede de pescar) que interagem, com uma independência e fluidez de 360 graus, sem ter a necessidade de um sentimento de pertença afetiva.
Ficou claro ou mais escuro? Por favor, qualquer nó, comente abaixo.

E quais são os perigos?
Ou então, outra pergunta que já virou ladainha: as comunidades virtuais e redes sociais na internet não seriam um faca de dois gomes?
Eu replicaria. O que não seria nesse mundo uma faca de dois gomes? Uma caixa de chocolate nas mãos de uma criança? a religião? A televisão? Uma lata de açúcar quando eu tinha a idade de 5 anos? Um carro, um lápis, um chiclete?
O perigo, veneno, o problema, o mal, não estão no chocolate, na religião e, nem muito menos, na internet, mas, na nossa mente. Na internet, você e somente você decide e escolhe aquilo que quer produzir e consumir. Na internet, você não vai encontrar uma voz divina, vinda na brisa do vento, como aquela de Javé, gritando do alto da montanha: “Talvacy, atenção Talvacy, não clique naquela página porque tem um spam que quer descobrir a sua senha; não clique naquela outra porque tem uma mulher nua fazendo strip-tease; porque tem um jogo de azar pra roubar sem tempo e seu dinheiro e por aí vai.”

Diante da Internet, eu, com a minha consciência, serei o único autor responsável pelas escolhas e pela identidade que construo nas redes sociais. A internet não forma pessoa má ou boa, projetos de vida ou de morte. A pessoa que a usa tem toda a liberdade para potencializar seus interesses e projetos em vista da construção ou destruição de si mesma ou dos outros. Publiquei recentemente no meu Twitter um pensamento de Dowbor que dizia: “O problema não está nas tecnologias, mas em quem delas se apropria”.

As redes sociais, nos últimos anos, já revelaram o seu poder transformador e democrático. Influenciadas por elas, ditadores já perderam seus reinos, políticos corruptos se encontram presos, o preço do queijo caiu quase pela metade em Israel, milhares de jovens na Espanha, Itália, Inglaterra, etc lotam ruas e praças manifestando contra uma falsa democracia predominante.

Em nível de Igreja, embora muito tímido, já há também sinais do uso da rede. Por exemplo, sem ela, tudo seria mais difícil organizar um megaevento, como a JMJ. Olhando pra nossa casa, o grupo de jovem da paróquia de Santa Luzia e tantos outros grupos, comunidades, paróquias, já utilizam o Orkut, blogs, Twitter para trocaram informações e reforçarem os laços de comunidade cristã. É fato.

Concluo, provocando a interação participativa do grupo em torno do tema. 
Que uso faço das redes sociais?
E aí, nós Igreja, devemos ou não entrar nessa onda? Se sim, como devemos usá-las?
Quais seriam as vantagens e desvantagens?
Concretamente, que passos podemos dar pra direcionar o uso da rede, da melhor forma possível, em vista da realização dos objetivos do nosso grupo/comunidade ou paróquia? 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Festa de Santa Luzia


Coordenação da Festa de Santa Luzia reúne empresários para apresentar o projeto da Festa de 2011

A Paróquia de Santa Luzia, através da equipe de gestores da Festa de Santa Luzia, se reuniu com os empresários da cidade para apresentar o projeto da Festa de Santa Luzia 2011.

O objetivo da reunião é atrair e engajar mais os empresários na realização dos festejos alusivos a padroeira. 

Na ocasião, foram apresentadas algumas novidades da edição deste ano e um clipe do evento. O encontro foi coordenado pelos padres Walter Collini, pároco da  Catedral e o Flávio Augusto e os membros da comissão da Festa de Santa Luzia. 


FICHA TÉCNICA
Texto: Yuska Freire
Narração: Fabiano Regis
Ediçao: Fernando Leite
Imagens: Arquivo Paróquia de Santa Luzia




  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Congresso Diocesano da PJMP

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Caminhando com Cristo por Fabrício Brito

Esse nome foi escolhido para ser a identidade deste grupo, pois ninguém pode caminhar sem Cristo, isso é fundamental para a formação de um cristão. A Pastoral da Juventude é a base para o futuro da igreja, devemos cativar os jovens de hoje é torná-los os católicos praticantes do futuro, uma juventude que ainda tem muito a conquista e barreiras a derrubar. Com uma fé edificada em um Cristo vivo a caminhada se torna mais saborosa, dificilmente encontramos um jovem que tem uma caminhada na igreja e não tenha sofrido um preconceito seja pelos familiares ou pelos amigos, quando escolheu Caminhar com Cristo. Não é fácil juventude. Não é mesmo, mas nem por isso devemos desistir, pois Deus tem um propósito na vida de cada um, pois então segure tua bandeira vamos à caminhada, pois Cristo nós espera. Vamos ou borá?

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS